Piloto que transportava drogas em aeronave obtém liberdade em Habeas Corpus do TRF 1ª. Região

Piloto que transportava drogas em aeronave obtém liberdade em Habeas Corpus do TRF 1ª. Região

A Desembargadora Federal Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região concedeu habeas corpus a piloto de aeronave que foi preso em flagrante delito com outras pessoas a bordo, com o transporte de 464 Kg de cocaína oriunda da Bolívia. Após o pouso da aeronave em Município do Estado de Goiás efetuou-se a prisão na data de 15/05/2019, por volta das 22 horas. 

A Relatora do HC, conforme consta nos autos de Acórdão 1040772-22.2020, publicado em 12 de outubro de 2021 deliberou que “é importante ressaltar que a via estreita do habeas corpus não comporta vasta dilação probatória, e a ação penal originária na qual são analisadas e ponderadas provas da investigação garantem ao paciente o direito da ampla defesa”.

No entanto, na decisão que consistiu na outorga de medida cautelares diversas da prisão, a Magistrada fundamentou que “não há elementos concretos que demonstrem o dolo efetivo do paciente na conduta criminosa, uma vez que toda a seara investigada e levada em consideração está concentrada no fato de o acusado ser piloto profissional de aeronaves e ter sido preso em flagrante após o pouso”.

Desta forma, em razão das circunstâncias, e de que as drogas foram encontradas após o pouso da aeronave e de que não foi apontado indício de nenhuma intenção de fuga, a decisão fundamentou que “o simples fato de que o mesmo não resida no distrito da culpa não levaria à conclusão imediata que haveria risco à ordem pública”, não sendo viável a permanência da prisão por mera presunção, concedia-se a ordem de habeas corpus parcialmente, substituindo a prisão preventiva por medidas cautelares diversas da prisão. 

Leia mais

Direito à informações é prerrogativa da Defensoria Pública do Amazonas

Ter acesso às informações que são requisitadas dos órgãos públicos é prerrogativa constitucional da Defensoria Pública do Amazonas, mormente porque a Instituição atua na...

Para TJAM, havendo grave comprometimento da ordem pública não há espaço para a liberdade

Célio Domingos da Silva teve pedido de habeas corpus negado pela Desembargadora Carla Maria Santos dos Reis nos autos do processo nº 4004745-35.2021.8.04.0000, mantendo-se...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Homem que ofereceu carona e estuprou adolescente a caminho da escola em Barreirinha-Am é condenado

Nos autos do processo nº0000395-28.2018.8.04.2700, Josinaldo Souza Teixeira recorreu...

Últimas

Pai, madrasta e avó são condenados pelo Conselho de Sentença no TJRO

Terminou em condenação para os três acusados de matar por espancamento e tortura a menina Lauanny Hester Rodrigues, na...

Juiz não está impedido de atuar em processo que tem parte instituição que exerce magistério

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) julgou prejudicado o incidente de impedimento de um...

TRF1: É constitucional a fixação de taxa para expedição de ART pelo conselho profissional

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu pela legitimidade da fixação de valor da...

STJ mantém prisão de PM acusado pela morte de criança de cinco anos durante patrulhamento no RJ

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Ribeiro Dantas, em decisão monocrática, manteve a prisão do policial militar...