Pagamento de inscrição para concurso do TCE-AM é prorrogado

Pagamento de inscrição para concurso do TCE-AM é prorrogado

O pagamento de inscrição para o concurso público do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) foi prorrogado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca organizadora do certame, para o dia 5 de julho. A prorrogação do prazo é para todas as áreas – auditoria governamental, Ministério Público de Contas, auditoria de obras públicas e auditoria de tecnologia da informação. Com o novo prazo para pagamento, os candidatos terão mais 12 dias para efetivarem as respectivas inscrições no certame. É necessária, ainda, a reimpressão dos devidos boletos bancários, que devem ser pagos até o dia 5 de julho. Caso o pagamento não seja efetuado até as 23h59 deste dia, o requerimento de inscrição será cancelado pela organizadora.  Em casos de pagamentos fora do prazo estipulado, pagamento do boleto em valores parciais, ou em quaisquer outros meios que não seja o boleto bancário, a inscrição também será cancelada pela FGV.

Provimento de vagas e data dos certames

O concurso prevê 40 vagas para provimento imediato, para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo nas áreas de Auditoria Governamental, Auditoria de Obras Públicas, Auditoria de Tecnologia da Informação, e vagas no Ministério Público de Contas, com vencimento de R$ 8.328,77 mais benefícios. As provas serão realizadas nos dias 18 e 25 de agosto para a área de Auditoria Governamental e Ministério Público de Contas (MPC). As provas objetivas serão no dia 18 de agosto, das 08h às 11h para a área de Auditoria Governamental e, das 14h às 17h para o MPC. As provas discursivas serão no dia 25 de agosto, seguindo os mesmos horários do primeiro dia de exames.Já para as áreas de Auditoria de Obras Públicas e Auditoria de Tecnologia da Informação, as provas serão nos dias 18 e 25 de agosto, das 14h às 17h.

Texto: Lucas Silva

Fonte: Ascom TCE-AM

Leia mais

Provado o latrocínio tentado com o testemunho da vítima do assalto, mantém-se condenação em Manaus

Bruno Tafaréu Gonçalves Figueiredo foi condenado ante a 6ª. Vara Criminal de Manaus por haver tentado a subtração de coisa alheia móvel mediante violência...

Confusão de fundamentos jurídicos impedem conhecimento de Reclamação Constitucional pelo TJAM

Em reclamação constitucional proposta por Maria Ocilene Sena Cruz contra a Segunda Turma Recursal do Juizado Especial Cível do Amazonas, a autora indicou descumprimento...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Professora de Manaus ganha direito a indenização por contrato temporário que excede prazo de 2 anos

Nos autos do processo nº 0665343-39.2019.8.04.0001 que tramitou na...

Gratificação de motorista de viatura Militar no Amazonas se aplica ao soldo, decide Tribunal

Nos autos do processo nº 0244691-47.2011, em julgamento de...

Últimas

TST reconhece natureza salarial do direito de imagem de jogador do Coritiba Foot Ball Club

A Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu a natureza salarial da parcela...

TST decide que causas múltiplas de lesão na coluna não afastam direito de empregado à estabilidade

A Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu o direito de um auxiliar de produção despedido pela Cimento...

STJ confirma corte de candidata cotista por comissão formada após homologação do concurso

Por considerar válida a aferição das características dos candidatos em cota racial realizada quatro anos após a publicação do...

Provado o latrocínio tentado com o testemunho da vítima do assalto, mantém-se condenação em Manaus

Bruno Tafaréu Gonçalves Figueiredo foi condenado ante a 6ª. Vara Criminal de Manaus por haver tentado a subtração de...