Não esgotadas as tentativas de citação pessoal do réu, não será válida a do edital, reafirma TJAM

Não esgotadas as tentativas de citação pessoal do réu, não será válida a do edital, reafirma TJAM

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas empenhou-se em demonstrar por meio de recurso de apelação devidamente acolhido pela Corte de Justiça local que o assistido H. J. de O. da P., embora a parte contrária, em ação proposta contra o mesmo, tenha adotado as providências para a chamada pessoal – citação – do réu/apelante ao processo, não lhe foi proporcionado o cumprimento de todos os pressupostos legais previstos para posterior citação por edital, o que teria lhe ocasionado prejuízos, então esclarecidos, que teriam consequência a nulidade do processo. O tema foi debatido nos autos de ação cível nº 0218849-55.2017.8.04.0001, contra decisão do juízo da 3ª. Vara de Família de Manaus. 

O apelado, B. S. dos S., pedira em juízo e nos autos da nominada ação, a citação por edital, que é atendida quando se esgotam todas as tentativas no sentido de se localizar o interessado, sendo atendido pelo magistrado, que deferiu o pleito. Mas, a Corte entendeu que o procedimento não se adequou a precedentes do Superior Tribunal de Justiça. 

Consta na decisão de segundo grau, que, ‘um dos requisitos para a citação por edital seja a manifestação do autor ou certidão do Oficial de Justiça informando o desconhecimento do paradeiro do devedor, esta via somente será utilizada após o esgotamento dos meios para localizá-lo’.

Desta forma, ‘o exaurimento dos meios disponíveis de localização da parte adversa é requisito básico para a validade da citação ficta, uma vez que deve ser tentada a localização pessoal do réu por todas as disponíveis, inclusive mediante consulta dos endereços cadastrados nos sistemas públicas. Assim, somente depois de resultar infrutíferas as tentativas de localização pessoal é que estará aberta a oportunidade para a citação por edital’.

A sentença foi anulada, por se entender que houve nulidade absoluta, devendo ser declarados nulos todos os atos subsequentes, com a determinação de refazimento do ato citatório.

Leia o acórdão 

 

Leia mais

Trabalho informal não retira de idoso no Amazonas direito de receber benefício do INSS

Em ação que objetivou a concessão de benefício social regulado pelo LOAS - Lei Orgânica da Assistência Social, o idoso Waldir Rebelo de Moraes,...

Intranquilidade e instabilidade social causadas pelo crime impõe prisão preventiva, fixa TJAM

O fato do agente do crime ostentar maus antecedentes, reincidência, atos infracionais pretéritos, inquéritos ou mesmo ações penais em curso demonstram não apenas o...

Mais Lidas

Últimas

Trabalho informal não retira de idoso no Amazonas direito de receber benefício do INSS

Em ação que objetivou a concessão de benefício social regulado pelo LOAS - Lei Orgânica da Assistência Social, o...

Vacinação de crianças é garantia constitucional, diz conselheiro do CNJ

A garantia constitucional dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, incluindo o direito à vacinação contra a Covid-19, será...

Órfãos de vítimas de feminicídio têm apoio da Defensoria Pública no Amazonas

Em 2017, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) concluiu que o Amazonas era o terceiro estado com maior proporção...

Intranquilidade e instabilidade social causadas pelo crime impõe prisão preventiva, fixa TJAM

O fato do agente do crime ostentar maus antecedentes, reincidência, atos infracionais pretéritos, inquéritos ou mesmo ações penais em...