Homem é condenado por tentativa de latrocínio contra motorista de aplicativo em SC

Homem é condenado por tentativa de latrocínio contra motorista de aplicativo em SC

O juízo da 1ª Vara Criminal da comarca de Araranguá condenou um homem a pena de 23 anos e quatro meses de prisão por tentativa de latrocínio. O crime, praticado contra um motorista de aplicativo, aconteceu em maio deste ano, às margens da BR-101, no bairro Sanga da Toca, na cidade-sede da comarca.

O réu, um homem de 35 anos, teria solicitado uma corrida com origem em Araranguá e destino em Sombrio. A vítima teria buscado o acusado e um terceiro não identificado e seguido o trajeto, quando lhe foi pedido para que desviasse da rota combinada. Diante da recusa do motorista, o réu teria anunciado o assalto e segurado a vítima, momento em que ela foi atingida por uma facada no pescoço, na altura da região mandibular esquerda, desferida pelo comparsa do crime. O motorista se defendeu do ataque, entrou em luta corporal com o agressor, e chegou inclusive a  segurar a faca pela lâmina. A dupla fugiu com dinheiro e o celular da vítima. Mesmo ferido, o homem dirigiu o carro até o hospital de Sombrio, a cerca de 11 km de distância do local do crime, onde foi atendido e sobreviveu.

O homem foi condenado por tentativa de latrocínio, com as agravantes de emprego de meio cruel e dissimulação, a pena de 23 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado. Preso desde 11 de maio deste ano, ao réu foi negado o direito de recorrer em liberdade. Cabe recurso da decisão ao TJSC

Processo: 5004864-09.2021.8.24.0004.

Fonte: Asscom TRTSC

Leia mais

No Amazonas, militar que responde processo não tem direito ao afastamento para reserva remunerada

O Militar que responde inquérito ou processo em qualquer jurisdição não tem direito ao afastamento para a reserva remunerada, assim concluiu o Pleno do...

Violência Doméstica: Homem é condenado pelo TJAM por ameaçar atear fogo em casa

Luís Carlos Moreira Maciel foi condenado ante o juízo da Vara Única de Nova Olinda do Norte após ser julgada procedente ação penal promovida...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Professora de Manaus ganha direito a indenização por contrato temporário que excede prazo de 2 anos

Nos autos do processo nº 0665343-39.2019.8.04.0001 que tramitou na...

Gratificação de motorista de viatura Militar no Amazonas se aplica ao soldo, decide Tribunal

Nos autos do processo nº 0244691-47.2011, em julgamento de...

Últimas

TJSC diz que empresa não poderá negativar noivos que cancelaram festa em razão da Covid

Santa Catarina - Entre as inúmeras relações contratuais impactadas pela Covid-19, a indústria do casamento não foi exceção. Abalado...

Casal acusado de torturar filha de sete meses tem prisão preventiva decretada no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro - Em audiência de custódia realizada no domingo (24/10), a juíza Ariadne Villela Lopes converteu em...

Acusado de espancar idoso em via pública no Distrito Federal é condenado a 37 anos de prisão

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios condenou Gabriel Ferreira de Souza Vidal a 37 anos e...

No Amazonas, militar que responde processo não tem direito ao afastamento para reserva remunerada

O Militar que responde inquérito ou processo em qualquer jurisdição não tem direito ao afastamento para a reserva remunerada,...