Henoch Reis registrou grande movimento no retorno das atividades presenciais do TJAM

Henoch Reis registrou grande movimento no retorno das atividades presenciais do TJAM

O retorno das atividades 100% presenciais dos servidores do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que trabalham no Fórum Cível Euza Maria Naice de Vasconcellos e Fórum Ministro Henoch Reis, nesta quarta-feira (03/11), teve a exigência do crachá de identificação e carteira de vacinação, tanto para servidores (as), estagiários (as) e prestadores (as) de serviços quanto para o público externo que foi em busca de acessar os serviços das duas unidades judiciárias. Quem não trouxe a carteira de vacinação foi orientado a fazer a pesquisa no site www.imuniza.manaus.am.gov.br e digitar o CPF para comprovar que já tomou pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19.

Ana Cláudia Ribeiro, servidora do Grupo de Monitoramento e Fiscalização Carcerária (GMF), se apresentou na portaria do Fórum Henoch antes das 8h. Com crachá e carteirinha de vacinação nas mãos, destacou a importância do retorno ao trabalho presencial, bem como as medidas adotadas pelo TJAM para receber os servidores. “Importante que todos voltem ao trabalho presencial e com responsabilidade. Temos de usar a máscara, o álcool em gel e, que todos estejam vacinados”, disse Ana Cláudia.

O responsável pela Assistência Militar no Fórum Ministro Henoch Reis, capitão Gutemberg Melo, explica que foram tomadas todas as providências para recepcionar os (as) servidores, magistrados (as), estagiários (as) e prestadores (as) de serviços, além do público externo que precisar acessar as dependências dos fóruns. “Estamos cumprindo as determinações que foram decididas em reunião em que participou a Assistência Militar. Estamos apoiando e orientando os agentes de portaria e recepcionistas no sentido de cumprir a portaria que orienta a retomada presencial. Quanto ao publico externo, ao chegar, a pessoa vai ser encaminhada à recepção, onde será orientada como deve proceder”, disse o capitão.

O retorno presencial nas unidades do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) está previsto na Resolução n.º 23/2021, aprovada pelo Tribunal Pleno e disponibilizada no Diário da Justiça Eletrônico de 08/10/2021. A norma determina que a vacina é obrigatória para todos: magistrados, servidores, militares, estagiários, voluntários, delegatários, juízes leigos e de paz, ativos, inativos e pensionistas, vinculados, mesmo que de forma transitória, ao TJAM, assim como para prestadores de serviços, membros do Ministério Público, advogados e defensores públicos que ingressarem nas dependências físicas do Tribunal, na capital ou no interior.

A diretora da Divisão de Cerimonial do TJAM, Érika Ribeiro, disse que o primeiro dia de retorno 100% das atividades presencias nos fóruns, registrou um número expressivo de servidores (as), visitantes e advogados (as). “Nas unidades maiores, observamos um fluxo maior nas filas de servidores pela necessidade de conferir crachás e cartões de vacinas. Orientamos aos servidores, estagiários e funcionários que prestam serviço ao TJAM e que não possuam sua identificação funcional que providenciem o mais breve possível, o que pode ser feito por meio do Helpdesk, na intranet, ou indo diretamente ao setor de RH”, frisou a diretora.

Fonte: Asscom TJAM

Leia mais

Direito à informações é prerrogativa da Defensoria Pública do Amazonas

Ter acesso às informações que são requisitadas dos órgãos públicos é prerrogativa constitucional da Defensoria Pública do Amazonas, mormente porque a Instituição atua na...

Para TJAM, havendo grave comprometimento da ordem pública não há espaço para a liberdade

Célio Domingos da Silva teve pedido de habeas corpus negado pela Desembargadora Carla Maria Santos dos Reis nos autos do processo nº 4004745-35.2021.8.04.0000, mantendo-se...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Homem que ofereceu carona e estuprou adolescente a caminho da escola em Barreirinha-Am é condenado

Nos autos do processo nº0000395-28.2018.8.04.2700, Josinaldo Souza Teixeira recorreu...

Últimas

Pai, madrasta e avó são condenados pelo Conselho de Sentença no TJRO

Terminou em condenação para os três acusados de matar por espancamento e tortura a menina Lauanny Hester Rodrigues, na...

Juiz não está impedido de atuar em processo que tem parte instituição que exerce magistério

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) julgou prejudicado o incidente de impedimento de um...

TRF1: É constitucional a fixação de taxa para expedição de ART pelo conselho profissional

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu pela legitimidade da fixação de valor da...

STJ mantém prisão de PM acusado pela morte de criança de cinco anos durante patrulhamento no RJ

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Ribeiro Dantas, em decisão monocrática, manteve a prisão do policial militar...