Em Uatumã, assassinos de grávida para retirada de bebê são condenados a quase 24 anos de prisão

Em Uatumã, assassinos de grávida para retirada de bebê são condenados a quase 24 anos de prisão

O Tribunal do Júri da Vara Única da Comarca de São Sebastião do Uatumã condenou na noite de quarta-feira (10/11) os réus Alex da Silva Carvalho e Joelma Keila Santana da Silva a 21 anos e três meses de prisão e a 23 anos e oito meses de prisão, respectivamente, ambos em regime fechado, pela morte da jovem Karoline do Canto Silva, crime ocorrido em outubro de 2017.

Conforme a denúncia formulada pelo Ministério Público com base no Inquérito Policial, quando foi morta, Karoline estava grávida de aproximadamente 37 semanas. Os sentenciados foram acusados de assassinar Karoline para tirar o bebê de seu ventre, numa cesareana forçada e a sangue frio, a fim de que Joelma Keila ficasse com o recém-nascido como se esse fosse seu filho.

O réus estavam presos desde a época do crime em uma unidade prisional da capital. Eles foram conduzidos ao município pela Secretaria de Administração Penitenciária para participar da sessão de julgamento da Ação Penal n.º 00000239-66.2017.8.04.7100 na quarta-feira.

A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz Diego Martinez Fervenza Cantoário, titular da comarca, e realizada no Plenário da Câmara Municipal da cidade. O promotor de Justiça Iranilson de Araújo Ribeiro representou o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM).

O réu Alex Carvalho teve em sua defesa os advogados André de Souza Oliveira e Wandeley San da Cruz Barbosa. A advogada Rosana Maria de Assis defendeu a ré Joelma Silva.

Cinco testemunhas – entre as arroladas pela acusação e a defesa – foram ouvidas durante o julgamento, dentre elas, a mãe da vítima.

A sentença foi lida pelo juiz Diego, às 22h30, e com a condenação os réus retornam ao sistema prisional da capital para o cumprimetno da pena.

Da sentença ainda cabe apelação.

Entenda o caso

Conforme a denúncia do MPE/AM, o crime ocorreu por volta de 23h30 do dia 18 de outubro de 2017, próximo ao campo de futebol de “Pelada Pimenta”, no Município de São Sebastião do Uatumã. Alex conhecia a vítima, sabia que ela estava grávida de mais de sete meses. Na denúncia, o MP relata que o réu teria convidado a vítima para um lanche, quando teria lhe oferecido bebida com medicamento para dopá-la e depois levado-a ao matagal em área atrás do campo de futebol. Lá, conforme os autos, a vítima foi esganada e já com a presença de Joelma Keyla, teve a barriga cortada para retirar o bebê. Em seguida, os acusados abandonaram a vítima no local, levando o recém-nascido com eles. O corpo de Karoline foi encontrado por populares na manhã seguinte. Ainda conforme a denúncia, fugiram da cidade utilizando a voadeira de linha comum logo de manhã cedo e foram presos em flagrante na cidade de Itapiranga.

Segundo a denúncia do Ministério Público, os réus confessaram os crimes, que tinham como objetivo obter uma criança para ser filho de Joelma: ela teria contratado o conhecido Alex para encontrar uma mulher que estivesse grávida.

A mãe da vítima teria informado à polícia que sua filha saiu para passear de motocicleta com o réu, que foi então localizado após buscas pela Polícia de Itapiranga e indicou onde estava Joelma com a criança (o bebê sobreviveu e foi levado ao hospital onde ficou internado por dias).

Os réus foram denunciados pelo MPE/AM como incursos nas sanções do art. 121, parágrafo 2.º, incisos I, III, IV e V, bem como dos artigos 132, 211, 242 e 249 todos do Código de Processo Penal Brasileiro.

Fonte: Asscom TJAM

Leia mais

Réus condenados em Operação Espinhel em Manaus têm penas redimensionadas em recurso

Denys Farias Campos e Leidiane Coelho Maciel que foram condenados pela juíza da 2ª. Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Substâncias...

Tráfico de drogas apurado por telefone dispensa apreensão do material entorpecente, diz TJ/Amazonas

Basta que um dos 18 núcleos verbais descritos no artigo 33, caput, da Lei 11.343/2006 se evidencie com a prática do ilícito de tráfico...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Homem que ofereceu carona e estuprou adolescente a caminho da escola em Barreirinha-Am é condenado

Nos autos do processo nº0000395-28.2018.8.04.2700, Josinaldo Souza Teixeira recorreu...

Últimas

Fotógrafo que abusava de mulheres durante ensaios é condenado em Florianópolis

O juízo da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital sentenciou um fotógrafo que praticava atos libidinosos contra mulheres...

TCE-AM julgará contas de Arthur Virgílio e Wilson Lima na próxima semana

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) julgará as contas do ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto,...

Aeronautas aceitam proposta do TST e suspendem greve anunciada para esta segunda-feira (29)

O Sindicato Nacional dos Aeroviários aceitou, neste sábado (27), a proposta apresentada pelo ministro Agra Belmonte, do Tribunal Superior...

Réus condenados em Operação Espinhel em Manaus têm penas redimensionadas em recurso

Denys Farias Campos e Leidiane Coelho Maciel que foram condenados pela juíza da 2ª. Vara Especializada em Crimes de...