Em Santa Catarina, réu recebe pena de 28 anos por matar o genro e atentar contra a vida do neto

Em Santa Catarina, réu recebe pena de 28 anos por matar o genro e atentar contra a vida do neto

O Conselho de Sentença da comarca de Lages, reunido em sessão do Tribunal do Júri nesta semana, condenou um homem a 28 anos de reclusão, em regime fechado. Em julho de 2020, ele matou um homem, seu genro, e tentou matar outro, o próprio neto, depois de uma briga por conta do corte de alguns galhos de uma árvore, no bairro Pró-Morar. Os trabalhos estiveram por responsabilidade da juíza substituta Jéssica Campos Figueredo Neves.

Conforme a denúncia feita pelo Ministério Público, os crimes ocorreram no dia seguinte ao desentendimento. O réu atirou contra um dos homens na frente de sua casa, local onde houve o corte dos arbustos. O neto, ao presenciar a cena, buscou intervir e também virou alvo dos tiros. Ele precisou se refugiar dentro de um carro. Em seguida, o réu fez disparos contra a sua própria residência e fugiu com a arma que usava na ocasião.

Os crimes de homicídio e tentativa de homicídio foram qualificados por motivo torpe, recurso que dificultou a defesa dos ofendidos e meio que resultou perigo em comum, já que na casa havia várias pessoas. O réu ainda foi condenado por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. A juíza negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Fonte: Asscom TJSC

Leia mais

No Amazonas, beijos na boca de criança sugerem estupro de vulnerável e não importunação sexual

Pedro Silva de Braga foi denunciado pelo Ministério Público de São Gabriel da Cachoeira pela prática do crime de estupro de vulnerável porque praticou...

Surdez unilateral não concede vaga em concurso a pessoa com deficiência no Amazonas

O portador de surdez unilateral não se qualifica como pessoa com deficiência para o fim de disputar as vagas reservadas em concursos públicos assim...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Professora de Manaus ganha direito a indenização por contrato temporário que excede prazo de 2 anos

Nos autos do processo nº 0665343-39.2019.8.04.0001 que tramitou na...

Gratificação de motorista de viatura Militar no Amazonas se aplica ao soldo, decide Tribunal

Nos autos do processo nº 0244691-47.2011, em julgamento de...

Últimas

Em Santa Catarina, homem é condenado por desacato ao ofender enfermeira através das redes sociais

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou um homem a seis meses de detenção, em regime semiaberto, por...

Dano moral a mulher que, barrada na alfândega por Covid, teve mala extraviada em Roma

Uma mulher que teve sua bagagem extraviada após não conseguir entrar na Itália, em face das restrições impostas pela...

Conselheiro do TCE-AM vai ministrar palestra em curso promovido pelo TJAM

O conselheiro-ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Érico Desterro, participará do ciclo de palestras promovido pela Escola...

No Amazonas, beijos na boca de criança sugerem estupro de vulnerável e não importunação sexual

Pedro Silva de Braga foi denunciado pelo Ministério Público de São Gabriel da Cachoeira pela prática do crime de...