Em Manaus erro médico implica reparação de danos de natureza urgente

Em Manaus erro médico implica reparação de danos de natureza urgente

Atualmente, observa-se que muitas pessoas estão insatisfeitas com suas aparências, e é isso que as levam a procurar um cirurgião plástico, e se o resultado do procedimento implicar aspiração diversa daquela que é esperado pelo paciente, e que tenha gerado danos, será passível de reconhecimento pela justiça desde que comprovado o erro médico.

Nos autos do processo nº 0664376232021, em trâmite na 2ª.Vara Cível da comarca de Manaus, o juiz Roberto Santos Taketomi, acolheu pedido da paciente e requerente Ana Lúcia Ferreira da Silva que indicou o erro médico, e obteve do judiciário a concessão de tutela de urgência para determinar que o médico e Requerido Charleston Said Atala, custeie as cirurgias reparatórias a serem realizadas por equipe médica de confiança da parte autora.

Afirmou o juiz que: “das alegações autorais e documentos que juntou se pode extrair a plausibilidade do direito invocado, porque verossímil a tese de que os danos estéticos descritos decorrem de procedimento cirúrgico levado a efeito pelo médico requerido”.

Importa que, ao paciente que se sentir prejudicado, busque na justiça o amparo para expor os fatos, demonstrar os prejuízos advindos com a conduta médica e ter a apreciação adequada para a análise do pedido que será ou não deferido pelo magistrado, o que dependerá da legalidade da questão, principalmente para obtenção de tutelas antecipadas.  

Confira a decisão:

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Baixar arquivo [31.39 KB]

 

Leia mais

TJAM diz que ordem judicial para retirada de matéria de site é censura prévia

Ao examinar e julgar autos de recurso de agravo de instrumento interposto por Revista Cenarium contra decisão interlocutória da 12ª. Vara Cível de Manaus,...

Paternidade não pode ser rescindida por falta de intimação pessoal para audiência em Manaus

Na ação Rescisória proposta por R.C.R contra Mirela Brito Reis e Milena de Souza Brito, nos autos de processo 4007638-33.2020, julgou-se improcedentes os pedidos...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Professora de Manaus ganha direito a indenização por contrato temporário que excede prazo de 2 anos

Nos autos do processo nº 0665343-39.2019.8.04.0001 que tramitou na...

Gratificação de motorista de viatura Militar no Amazonas se aplica ao soldo, decide Tribunal

Nos autos do processo nº 0244691-47.2011, em julgamento de...

Últimas

MPAM discute com SSP e Seai o combate ao crime organizado no Amazonas

Na tarde do dia 14/10, o Ministério Público do Amazonas (MPAM) participou de reunião de trabalho com o Secretário...

TJAM diz que ordem judicial para retirada de matéria de site é censura prévia

Ao examinar e julgar autos de recurso de agravo de instrumento interposto por Revista Cenarium contra decisão interlocutória da...

Paternidade não pode ser rescindida por falta de intimação pessoal para audiência em Manaus

Na ação Rescisória proposta por R.C.R contra Mirela Brito Reis e Milena de Souza Brito, nos autos de processo...

Promessa de compra e venda de imóvel em Manaus não cumprida no prazo, gera rescisão com juros

O Tribunal de Justiça do Amazonas tem mantido decisões que acolhem pedidos de consumidores por rescisão unilateral de contrato...