Vias de fato na violência doméstica em Manaus finda em pena com suspensão de direitos políticos

Vias de fato na violência doméstica em Manaus finda em pena com suspensão de direitos políticos

Em ação penal promovida pelo Ministério Público junto ao 3º Juizado Especializado da Violência Doméstica (Maria da Penha) contra o Réu V.R.G, o Juiz de Direito Reyson de Souza e Silva proferiu sentença condenatória concluindo pela procedência de denúncia pela contravenção penal de ‘vias de fato’, definida no Artigo 21 do Decreto-Lei 3.688/41 com a incidência da Lei nº 11.340/06. A sentença encontra-se lançada nos autos de processo nº 0619125-50.2019.9.04.0001, em autos de procedimento sumário por crimes contra a Mulher.

A condenação resulta de pedido formulado pelo Ministério Público junto aquele juízo especializado em que se condenou Vilson Roberto Gomes como incurso nas penas do artigo 21 da Lei das Contravenções Penais em harmonia com a Lei Maria da Penha que criou mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher no âmbito doméstico.

A pena foi fixada em 15 (quinze) dias de prisão simples na sua primeira fase denominada de pena base ante os critérios do artigo 59 do Código Penal, mas o magistrado reconheceu que o agente se prevaleceu das relações domésticas  para o cometimento do crime, desta forma teria incidido na agravante 

0 descrita no artigo 61, II, f, do Código Penal, o que fez ter contra si o aumento de pena no percentual de 1/6, e, com o acréscimo, a reprimenda penal atingiu 17(dezessete) dias de prisão simples.

O Regime inicial de cumprimento da pena determinado na sentença é o aberto, nos termos do código penal, obtendo o benefício de recorrer em liberdade. O juiz entendeu que, no caso concreto, houve impedimento para substituir a pena privativa de liberdade por restritiva de direitos em face da ausência de requisitos legais, mas concedeu a suspensão condicional da execução da pena privativa de liberdade, por dois anos. Derradeiramente, determinou a suspensão dos direitos políticos durante o cumprimento da pena.

Leia a decisão

Leia mais

Réus condenados em Operação Espinhel em Manaus têm penas redimensionadas em recurso

Denys Farias Campos e Leidiane Coelho Maciel que foram condenados pela juíza da 2ª. Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Substâncias...

Tráfico de drogas apurado por telefone dispensa apreensão do material entorpecente, diz TJ/Amazonas

Basta que um dos 18 núcleos verbais descritos no artigo 33, caput, da Lei 11.343/2006 se evidencie com a prática do ilícito de tráfico...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Homem que ofereceu carona e estuprou adolescente a caminho da escola em Barreirinha-Am é condenado

Nos autos do processo nº0000395-28.2018.8.04.2700, Josinaldo Souza Teixeira recorreu...

Últimas

Ministro Barroso libera concurso para cargos vagos em estados e municípios em recuperação fiscal

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu parcialmente liminar para permitir a realização de concurso...

Fotógrafo que abusava de mulheres durante ensaios é condenado em Florianópolis

O juízo da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital sentenciou um fotógrafo que praticava atos libidinosos contra mulheres...

TCE-AM julgará contas de Arthur Virgílio e Wilson Lima na próxima semana

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) julgará as contas do ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto,...

Aeronautas aceitam proposta do TST e suspendem greve anunciada para esta segunda-feira (29)

O Sindicato Nacional dos Aeroviários aceitou, neste sábado (27), a proposta apresentada pelo ministro Agra Belmonte, do Tribunal Superior...