TJAM: Evidenciado que possa ter sido poupado pelos reais executores da vítima despronuncia-se o réu

TJAM: Evidenciado que possa ter sido poupado pelos reais executores da vítima despronuncia-se o réu

Embora pronunciado pelo 2º Tribunal do Júri pela prática do crime de homicídio qualificado, a determinação de encaminhamento do réu Raimundo da Silva Gomes a julgamento pelo Júri Popular não teve o assentimento do Ministério Público nos autos do processo 0224601-52.2010.8.04.0001, que pediu a impronúncia, face ao entendimento da ausência de elementos mínimos de autoria, embora presente a materialidade do crime por meio do laudo de exame cadavérico. Nessas circunstâncias, o réu interpôs recurso em sentido estrito,  que culminou na reforma da pronúncia. Foi Relatora Vânia Maria Marques Marinho. 

A defesa, em suas alegações recursais, levantou a tese de o acusado fora poupado pelos reais executores da vítima. Dessa forma, a manutenção da sentença de pronúncia harmonizar-se-ia apenas com circunstâncias apuradas na fase do inquérito policial, mas não judicializadas, concluiu o Acórdão. 

“Nenhuma prova, contudo, foi capaz de contrariar a versão apresentada pela defesa, de que o acusado foi poupado pelos reais executores da vítima, em virtude de uma dívida antiga da mesma”, registra os autos.  Dessa maneira, o julgamento ressaltou a necessidade de reforma da sentença de pronúncia. 

Leia o acórdão

Leia mais

Trabalho informal não retira de idoso no Amazonas direito de receber benefício do INSS

Em ação que objetivou a concessão de benefício social regulado pelo LOAS - Lei Orgânica da Assistência Social, o idoso Waldir Rebelo de Moraes,...

Intranquilidade e instabilidade social causadas pelo crime impõe prisão preventiva, fixa TJAM

O fato do agente do crime ostentar maus antecedentes, reincidência, atos infracionais pretéritos, inquéritos ou mesmo ações penais em curso demonstram não apenas o...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

TJAM: União Estável proporciona direito a pensão por morte do companheiro sobrevivente

Em matéria de direito previdenciário nos autos do processo...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Últimas

Trabalho informal não retira de idoso no Amazonas direito de receber benefício do INSS

Em ação que objetivou a concessão de benefício social regulado pelo LOAS - Lei Orgânica da Assistência Social, o...

Vacinação de crianças é garantia constitucional, diz conselheiro do CNJ

A garantia constitucional dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, incluindo o direito à vacinação contra a Covid-19, será...

Órfãos de vítimas de feminicídio têm apoio da Defensoria Pública no Amazonas

Em 2017, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) concluiu que o Amazonas era o terceiro estado com maior proporção...

Intranquilidade e instabilidade social causadas pelo crime impõe prisão preventiva, fixa TJAM

O fato do agente do crime ostentar maus antecedentes, reincidência, atos infracionais pretéritos, inquéritos ou mesmo ações penais em...