Novo Airão sedia rodas de cidadania e ‘Ouvidoria+Presente’ do TCE-AM

Novo Airão sedia rodas de cidadania e ‘Ouvidoria+Presente’ do TCE-AM

O município de Novo Airão sediou, desde a última segunda-feira (13), o projeto ‘Ouvidoria + Presente’ realizado pela Ouvidoria do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM).

Nesta sexta-feira (17), o encerramento das ações foi marcado por uma audiência pública com a presença do presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, do ouvidor-geral do Tribunal, conselheiro Érico Desterro, além do prefeito de Novo Airão, Frederico Júnior, e de demais autoridades locais.

“A Ouvidoria do Tribunal está percorrendo os municípios para aproximar, ainda mais, a população da Corte de Contas. Parabenizo o conselheiro Érico Desterro por essa brilhante iniciativa e toda equipe da Ouvidoria por apresentar o Tribunal para a sociedade e nos tornar uma Corte acessível, cumprindo com a missão constitucional de garantir a efetivação do controle social”, disse o conselheiro Mario de Mello.

O atendimento presencial ao longo da semana foi realizado no prédio que abriga a 34ª Zona Eleitoral de Novo Airão, de 8h às 12h e de 14h às 17h.

“Estamos efetivamente ouvindo a população. Recebemos as pessoas para identificar as denúncias e o que já pudermos adotar as providências, já é analisado. Mas o intuito é abrir um canal direto de comunicação com a sociedade, explicar nossas ações e nos colocar à disposição para o recebimento de denúncias e dúvidas”, explicou o ouvidor-geral do Tribunal, conselheiro Érico Desterro.

O prefeito de Novo Airão, Frederico Júnior, agradeceu a presença do TCE-AM no município e se colocou à disposição da Corte de Contas.

“É uma honra termos o TCE em nossa cidade. Estamos abertos à transparência e para contribuir com o que for necessário”, disse.

Os técnicos da Ouvidoria do TCE-AM já estiveram em Rio Preto da Eva, Tabatinga e Novo Airão.

A agenda de ações, com apoio e esforço conjunto dos servidores do TCE-AM, segue no município de Parintins, no período de 22 a 24 de setembro.

Fonte: Asscom TCE-AM

Leia mais

No Amazonas, beijos na boca de criança sugerem estupro de vulnerável e não importunação sexual

Pedro Silva de Braga foi denunciado pelo Ministério Público de São Gabriel da Cachoeira pela prática do crime de estupro de vulnerável porque praticou...

Surdez unilateral não concede vaga em concurso a pessoa com deficiência no Amazonas

O portador de surdez unilateral não se qualifica como pessoa com deficiência para o fim de disputar as vagas reservadas em concursos públicos assim...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Professora de Manaus ganha direito a indenização por contrato temporário que excede prazo de 2 anos

Nos autos do processo nº 0665343-39.2019.8.04.0001 que tramitou na...

Gratificação de motorista de viatura Militar no Amazonas se aplica ao soldo, decide Tribunal

Nos autos do processo nº 0244691-47.2011, em julgamento de...

Últimas

Em Santa Catarina, homem é condenado por desacato ao ofender enfermeira através das redes sociais

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou um homem a seis meses de detenção, em regime semiaberto, por...

Dano moral a mulher que, barrada na alfândega por Covid, teve mala extraviada em Roma

Uma mulher que teve sua bagagem extraviada após não conseguir entrar na Itália, em face das restrições impostas pela...

Conselheiro do TCE-AM vai ministrar palestra em curso promovido pelo TJAM

O conselheiro-ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Érico Desterro, participará do ciclo de palestras promovido pela Escola...

No Amazonas, beijos na boca de criança sugerem estupro de vulnerável e não importunação sexual

Pedro Silva de Braga foi denunciado pelo Ministério Público de São Gabriel da Cachoeira pela prática do crime de...