No DF, acusado de matar empregador com golpes de faca é condenado a 14 anos de prisão

No DF, acusado de matar empregador com golpes de faca é condenado a 14 anos de prisão

O Tribunal do Júri de Brasília condenou José Tavares a 14 anos de prisão, por matar com golpes de faca José Carlos da Silva, em setembro de 2007, no Setor Taquary, no Lago Norte, Brasília/DF. O réu deverá cumprir a pena em regime inicial fechado.

Para os jurados, o crime foi praticado por motivo fútil, em razão da vítima não ter gostado do trabalho do acusado e ter lhe falado que somente pagaria uma parte do valor acertado. A outra parte seria paga quando fosse consertado o serviço. Na época dos fatos, José Tavares tinha sido contratado pela vítima para prestar serviços de reboco numa obra. Houve uma discussão entre eles por conta de um pagamento e Tavares, armado com uma faca, golpeou a vítima.

Sendo assim, conforme decisão soberana do júri popular, o juiz presidente do Júri condenou o réu. De acordo com o magistrado, o réu “agiu com culpabilidade intensa, executando brutalmente a vítima que, apiedado de sua situação de penúria financeira, lhe havia empregado e tratado com muito respeito e consideração”.

O acusado deverá continuar preso, pois, segundo o juiz, “persistem as razões que autorizaram sua custódia cautelar. Praticou um crime no gravíssimo, por motivo fútil, evidenciando que em liberdade é uma ameaça à ordem pública. Ademais, esteve foragido durante 10 anos, indicando que a custódia cautelar é necessária para assegurar a aplicação da lei penal”.

Processo: 0000384-47.2007.8.07.0001

Fonte: Asscom TJDFT

Leia mais

No Amazonas, beijos na boca de criança sugerem estupro de vulnerável e não importunação sexual

Pedro Silva de Braga foi denunciado pelo Ministério Público de São Gabriel da Cachoeira pela prática do crime de estupro de vulnerável porque praticou...

Surdez unilateral não concede vaga em concurso a pessoa com deficiência no Amazonas

O portador de surdez unilateral não se qualifica como pessoa com deficiência para o fim de disputar as vagas reservadas em concursos públicos assim...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Professora de Manaus ganha direito a indenização por contrato temporário que excede prazo de 2 anos

Nos autos do processo nº 0665343-39.2019.8.04.0001 que tramitou na...

Gratificação de motorista de viatura Militar no Amazonas se aplica ao soldo, decide Tribunal

Nos autos do processo nº 0244691-47.2011, em julgamento de...

Últimas

Em Santa Catarina, homem é condenado por desacato ao ofender enfermeira através das redes sociais

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou um homem a seis meses de detenção, em regime semiaberto, por...

Dano moral a mulher que, barrada na alfândega por Covid, teve mala extraviada em Roma

Uma mulher que teve sua bagagem extraviada após não conseguir entrar na Itália, em face das restrições impostas pela...

Conselheiro do TCE-AM vai ministrar palestra em curso promovido pelo TJAM

O conselheiro-ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Érico Desterro, participará do ciclo de palestras promovido pela Escola...

No Amazonas, beijos na boca de criança sugerem estupro de vulnerável e não importunação sexual

Pedro Silva de Braga foi denunciado pelo Ministério Público de São Gabriel da Cachoeira pela prática do crime de...