Líder de facção criminosa do Amazonas será mantido preso em estabelecimento federal

Líder de facção criminosa do Amazonas será mantido preso em estabelecimento federal

Com o trânsito em julgado do Acórdão de processo julgado na Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região , deu-se baixa definitiva, na origem, do julgado que denegou recurso interposto por Cleomar Ribeiro de Freitas, mantendo-o preso, preventivamente, em penitenciária federal. O Recorrente é considerado um dos principais líderes da organização criminosa Família do Norte (FDN), no Estado do Amazonas. A decisão, em segunda instância federal, confirmou o indeferimento de pedido de transferência do acusado da Penitenciária Federal de Campo Grande para um presídio de segurança máxima na Comarca de Manaus. Foi Relator o Juiz Federal Saulo Bahia, nos autos do processo 0001642.50.2017.4.01.3200.

A ementa que sintetizou o julgado registrou que “A decisão agravada contém fundamentação adequada, não infirmada pelas razões recursais. A negativa de transferência de presídio está apoiada no fato de o requerente ser um dos principais líderes da organização criminosa Família do Norte (FND)”.

Para o julgado, há uma visível ausência da estrutura do sistema carcerário amazonense para abrigar chefes de facção criminosa de alta periculosidade. O fundamento de que o Recorrente estaria próximo de seus familiares em Manaus, associado a estado de saúde precário, o que motivaria apoio familiar não foi acolhido pela Corte Federal. 

Segundo a decisão, conceder a transferência poderia resultar no retorno de agente do crime que teriam em potencial “o risco de também manter a suposta prática criminosa tornando o fruto das investigações e toda a operação montada em um vazio de significado”, que não poderia ser tolerado. 

 

Leia mais

Liminar suspende execução de Medição Centralizada da Amazonas Energia

A circunstância de que seja concessionária de serviço público, especialmente na prestação de produto essencial de energia elétrica  da Amazonas Energia, e, na conclusão...

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo TJ/Amazonas exige flagrante ilegalidade na prisão

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo Tribunal exige que seja constatada a flagrante ilegalidade na constrição cautelar daquele que foi privado de...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

TJAM: União Estável proporciona direito a pensão por morte do companheiro sobrevivente

Em matéria de direito previdenciário nos autos do processo...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Últimas

TRF1 diz que cabe ao Poder Público o fornecimento de insumos para terapia com óleo de Cannabis

Óleo derivado da Cannabis deve ser fornecido pelo Poder Público em terapia de uma paciente acometida de doença neurodegenerativa...

Bolsonaro deve se defender em 2 dias da acusação de ter feito campanha antecipada

Na última segunda-feira (17/1), o ministro Alexandre de Moraes, na condição de membro do Tribunal Superior Eleitoral, determinou a citação do...

Em Goiás, mulher que encontrou corpo estranho em molho de tomate será indenizada

Goiás  - O juiz Carlos Gustavo Fernandes de Morais, do Juizado Especial Cível da comarca de Luziânia-GO, condenou a...

Vítima de acidente de trânsito no DF deverá ser indenizada por danos materiais e morais

Distrito FederalJuiz do 1º Juizado Especial Cível de Taguatinga condenou a proprietária e o condutor de um veículo e...