Em Tocantins, 16 membros de facção criminosa têm condenação por ataques a ônibus em 3 cidades

Em Tocantins, 16 membros de facção criminosa têm condenação por ataques a ônibus em 3 cidades

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Tocantins, obteve na Justiça a condenação de 16 integrantes da facção criminosa Comando Vermelho por ataques a ônibus e a prédios públicos ocorridos em junho de 2018 em Palmas, Rio Sono e Araguaína. A sentença foi proferida nesta segunda-feira, 10, pela 1ª Vara Criminal da capital.

Segundo denúncia do Ministério Público de Tocantins, os ataques ocorreram depois que dois membros da facção morreram em confronto com a polícia.

De acordo com os promotores que atuaram no caso, as mortes dos integrantes do Comando Vermelho, somadas à ‘guerra’ travada contra a facção rival PCC (Primeiro Comando da Capital), fizeram com que a organização criminosa “tramasse um plano de ataque a instituições de segurança pública e ônibus do transporte escolar e público, com o objetivo de enaltecer a organização e chamar atenção do poder público, perpetrando terror no meio social”.

Os ataques partiram de membros do Comando Vermelho que estavam presos e fora das unidades prisionais. As ações criminosas ocorreram em cidades onde o Comando Vermelho possuía maior atuação.

Nove acusados foram condenados por crime contra a incolumidade pública e sete por integrar associação criminosa.

Fonte: Asscom MPTO

Leia mais

Liminar suspende execução de Medição Centralizada da Amazonas Energia

A circunstância de que seja concessionária de serviço público, especialmente na prestação de produto essencial de energia elétrica  da Amazonas Energia, e, na conclusão...

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo TJ/Amazonas exige flagrante ilegalidade na prisão

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo Tribunal exige que seja constatada a flagrante ilegalidade na constrição cautelar daquele que foi privado de...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

TJAM: União Estável proporciona direito a pensão por morte do companheiro sobrevivente

Em matéria de direito previdenciário nos autos do processo...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Últimas

TRF1 diz que cabe ao Poder Público o fornecimento de insumos para terapia com óleo de Cannabis

Óleo derivado da Cannabis deve ser fornecido pelo Poder Público em terapia de uma paciente acometida de doença neurodegenerativa...

Bolsonaro deve se defender em 2 dias da acusação de ter feito campanha antecipada

Na última segunda-feira (17/1), o ministro Alexandre de Moraes, na condição de membro do Tribunal Superior Eleitoral, determinou a citação do...

Em Goiás, mulher que encontrou corpo estranho em molho de tomate será indenizada

Goiás  - O juiz Carlos Gustavo Fernandes de Morais, do Juizado Especial Cível da comarca de Luziânia-GO, condenou a...

Vítima de acidente de trânsito no DF deverá ser indenizada por danos materiais e morais

Distrito FederalJuiz do 1º Juizado Especial Cível de Taguatinga condenou a proprietária e o condutor de um veículo e...