Retificações de Registro Civil podem ser obtidas em Manaus quando obedeçam a exigências legais

Retificações de Registro Civil podem ser obtidas em Manaus quando obedeçam a exigências legais

Estando a petição que requer a restauração de registro civil instruída com os documentos comprobatórios que a instruam e assegurem ao juízo que deva ser acolhido o pedido, não há como se negar à parte o direito de haver restaurado o registro civil que tenha levado à apreciação do Poder Judiciário. A conclusão está nos autos do processo 061600-57.2014.8.04.0001, em requerimento instruído por João Magalhães da Silva, e atendido pelo juízo da Vara de Registros Públicos de Manaus. 

Estando a petição de acordo com a Lei 6.015/73 (Lei de Registro Públicos), bem como instruída com os documentos necessários, há de se entender por consistente os argumentos que possam ser levados ao Poder Judiciário, no caso de necessidade e adequação em pedido de retificação, suprimento ou restauração do Registro Civil. 

O respaldo jurídico se encontra no artigo 109 da Lei 6.015/73: ‘Quem pretender que se restaure, supra ou retifique assentamento no Registro Civil, requererá, em petição fundamentada e instruída com documentos ou com indicação de testemunhas, que o Juiz o ordene, ouvido o órgão do Ministério Público e os interessados, no prazo de cinco dias, que correrá em cartório’.

Não havendo a impugnação do Representante do Ministério Público, ou de outros interessados, o Juiz decidirá no prazo de cinco dias, da qual caberá recurso de apelação em ambos os efeitos. Havendo o preenchimento dos requisitos essenciais à realização do ato, não há como se indeferir possíveis pedidos que sejam levados ao Judiciário.

 

 

Leia mais

Liminar suspende execução de Medição Centralizada da Amazonas Energia

A circunstância de que seja concessionária de serviço público, especialmente na prestação de produto essencial de energia elétrica  da Amazonas Energia, e, na conclusão...

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo TJ/Amazonas exige flagrante ilegalidade na prisão

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo Tribunal exige que seja constatada a flagrante ilegalidade na constrição cautelar daquele que foi privado de...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

TJAM: União Estável proporciona direito a pensão por morte do companheiro sobrevivente

Em matéria de direito previdenciário nos autos do processo...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Últimas

TRF1 diz que cabe ao Poder Público o fornecimento de insumos para terapia com óleo de Cannabis

Óleo derivado da Cannabis deve ser fornecido pelo Poder Público em terapia de uma paciente acometida de doença neurodegenerativa...

Bolsonaro deve se defender em 2 dias da acusação de ter feito campanha antecipada

Na última segunda-feira (17/1), o ministro Alexandre de Moraes, na condição de membro do Tribunal Superior Eleitoral, determinou a citação do...

Em Goiás, mulher que encontrou corpo estranho em molho de tomate será indenizada

Goiás  - O juiz Carlos Gustavo Fernandes de Morais, do Juizado Especial Cível da comarca de Luziânia-GO, condenou a...

Vítima de acidente de trânsito no DF deverá ser indenizada por danos materiais e morais

Distrito FederalJuiz do 1º Juizado Especial Cível de Taguatinga condenou a proprietária e o condutor de um veículo e...