Restrição inidônea de veículo no Detran/Am motiva tutela de urgência em Alvarães-AM

Restrição inidônea de veículo no Detran/Am motiva tutela de urgência em Alvarães-AM

No confronto entre as alegações da petição inicial que pede tutela antecipada, que decorre entre a análise das alegações e dos elementos probatórios indicados, associado à circunstância de que o não atendimento acarretará danos irreparáveis, poderá, o juiz, aferindo “a verossimilhança do direito invocado pela parte autora e o perigo de dano irreparável ou risco ao resultado útil da demanda”, tal como contido na decisão dos autos de nº 0600861-31.2021.8.04.2020, conceder a medida pleiteada. Os autos tramitaram na Vara de Alvarães, Amazonas, culminando com a determinação de que o Detran/Am procedesse à baixa de gravame furto/roubo sobre o veículo de propriedade da Autora Jesiante Matos de Souza.

A autora narrou que após vender seu veículo a terceira pessoa em 2015, fora surpreendida com multas que lhe foram encaminhadas no ano de 2020, bem como teve seu nome inserido na Dívida Ativa do Estado pela inadimplemento do pagamento do IPVA do aludido veículo, entre os anos de 2016/2020.

Nessas circunstâncias obteve o veículo de volta em nova negociação, mas, ao transitar pelo centro de Alvarães, foi parada em blitz, lhe sendo repassada a informação que havia restrição de furto/roubo do veículo. Após, demonstrou que era a dona do veículo. Em tutela pediu a baixa do gravame. 

“Os pressupostos para a concessão da tutela de urgência antecipada são a verossimilhança do direito invocado pela parte autora e o perigo de dano irreparável ou risco ao resultado útil da demanda, bem como a existência de possibilidade do direito, vez que, inclusive a autora foi parada em uma blitz em virtude do gravame que existe nos cadastros de seu veículo, junto ao Detran”, firmou a decisão. A tutela foi concedida para a baixa do gravame. 

Leia a sentença

Leia mais

Intranquilidade e instabilidade social causadas pelo crime impõe prisão preventiva, fixa TJAM

O fato do agente do crime ostentar maus antecedentes, reincidência, atos infracionais pretéritos, inquéritos ou mesmo ações penais em curso demonstram não apenas o...

TJAM: Período pandêmico revelador de maior violência doméstica importa uso das medidas protetivas

O macro cenário de indefensibilidade da mulher nas relações domésticas atualmente vem se agravando em razão da pandemia da Covid-19, daí que importa o...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

TJAM: União Estável proporciona direito a pensão por morte do companheiro sobrevivente

Em matéria de direito previdenciário nos autos do processo...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Últimas

Intranquilidade e instabilidade social causadas pelo crime impõe prisão preventiva, fixa TJAM

O fato do agente do crime ostentar maus antecedentes, reincidência, atos infracionais pretéritos, inquéritos ou mesmo ações penais em...

TJAM: Período pandêmico revelador de maior violência doméstica importa uso das medidas protetivas

O macro cenário de indefensibilidade da mulher nas relações domésticas atualmente vem se agravando em razão da pandemia da...

Embriões para fertilização podem ser descartados após divórcio, diz TJ-DF

A vontade de ter filhos pode ser alterada ou revogada de maneira legítima e válida até a implantação do...

Wilson Lima anuncia para breve concurso da Procuradoria-Geral do Estado

O Governado do Amazonas, Wilson Lima, acaba de anunciar em sua rede social Twiter que o próximo concurso a...