Mandado de Segurança garante vaga em concurso a pessoa com deficiência em Manaus

Mandado de Segurança garante vaga em concurso a pessoa com deficiência em Manaus

O Tribunal de Justiça do Amazonas concedeu Mandado de Segurança para garantir vaga a pessoa portadora de deficiência em concurso realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O TJAM entendeu que haveria a necessidade de controle de legalidade dos atos administrativos pelo Poder Judiciário face a condição de pessoa com deficiência que demonstrou a participação em certame público e que, comprovadamente, ostentou uma das condições elencadas no Decreto-Federal nº 3.298/1999, que dispõe sobre a política nacional para a integração da pessoa portadora de deficiência. Foi relatora a Desembargadora Vânia Maria Marques Marinho nos autos do processo 0600930-80.2020.8.04.0001.

A Desembargadora relatou que o impetrante/apelado Alessandro Castro Pereira se encontra elencado entre as pessoas portadoras de deficiência por se enquadrar na categoria definida no artigo 4º do decreto regulamentador, pois possui hemiplegia do dimidio direito, compatível com alteração neurológica. 

A decisão dispõe que há direito líquido e certo pois o edital regulamentador do concurso não procedeu a nenhuma distinção que pudesse ser considerada quanto aos critérios estipulados para as vagas destinadas a pessoas com deficiência, que poderia ser qualquer uma das condições previstas no retro mencionado artigo do decreto 3.298.

“Ademais, no que se refere ao princípio da isonomia, também não há como acolher os argumentos do Apelante, tendo em vista que a condição de deficiente físico do candidato foi comprovada documentalmente, descaracterizando-se qualquer tratamento diferenciado que demonstrasse violação ao referido princípio”.

Leia o acórdão

 

Leia mais

TJAM fixa que método bifásico deve ser usado na reparação de dano por morte de preso

Nos autos do processo nº 0698403-66.2020.8.04.0001, a Corte de Justiça do Amazonas concluiu que a morte de preso sob a custódia do Estado importa...

Licença para prêmio não gozado deve ser convertida em pecúnia, diz TJAM

O Tribunal de Justiça do Amazonas tem como pacífico o entendimento de que seja possível a conversão em pecúnia de licença prêmio não gozada...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Homem que ofereceu carona e estuprou adolescente a caminho da escola em Barreirinha-Am é condenado

Nos autos do processo nº0000395-28.2018.8.04.2700, Josinaldo Souza Teixeira recorreu...

Últimas

Ex-prefeito Cezar Schirmer falou pela primeira vez sobre o incêndio na boate kiss no RS

“'Falta mais gente no julgamento'. Faz 8 anos que ouço isso. É uma estratégia de defesa. Essa foi a...

No DF, app de entrega indenizará consumidora por cancelamento unilateral e extravio de encomenda

A 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF manteve a sentença que condenou a Uber do Brasil Tecnologia...

Juiz deve ser flexível com exigência do laudo médico para ação de interdição, diz STJ

A função do laudo médico exigido para ajuizamento da ação de interdição é fornecer indícios da plausibilidade do pedido...

Pleno do TCE-AM julga contas de Arthur Virgílio Neto e outros 98 processos nesta quinta-feira (9)

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) se reúne em sessão especial nesta quinta-feira (9), às 9h,...