Dar golpe mata-leão na vítima para roubar não admite pedido de pena mais branda para TJ/Am

Dar golpe mata-leão na vítima para roubar não admite pedido de pena mais branda para TJ/Am

Em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, Jardel Maragua Ferreira e Ronilson Almeida Dias foram condenados pela prática de crime de Roubo, definido no Artigo 157 do Código Penal Brasileiro após a denúncia do Ministério Público narrar que vítima veio a sofrer desmaio na ação dos assaltantes que lhe aplicaram um golpe mata-leão para imobilizá-la e fazer com que entregasse o bem que pretendiam ter para si. Ainda na fase de instrução, os réus objetivaram a desclassificação dos fatos imputados como crime contra o patrimônio para o de constrangimento ilegal, previsto no artigo 146 do Código Penal, com pena prevista em menor quantidade que a do Roubo, mas o pedido das alegações finais foi negado. Em recurso de apelação, a pretensão foi levada ao Tribunal de Justiça, onde se reiterou a impossibilidade da desclassificação pretendida. Em Segunda Instância, o MPAM foi representado por Neyde Regina Demósthenes Trindade. 

Segundo o Acórdão houve a presença de provas robustas quanto a autoria e a materialidade do crime de roubo pratica contra a pessoa da vítima, que se viu constrangida ante a violência sofrida, que foi utilizada como meio para obter a subtração de coisa alheia móvel, cujo fim integrado à vontade dos Recorrente não ampara a pretensão de mero constrangimento ilegal, com pena mais branda. 

“O emprego da violência e da grave ameaça na ação delituosa, tal como ocorreu na espécie (vítima desmaiada mediante golpe mata-leão), impede a desclassificação para outro tipo penal menos severo”, firmou a decisão. Os acusados, pretenderam, também, que fosse reconhecido o principio da insignificância penal recusado pela Corte de Justiça.

Ainda pretenderam os apelantes que fosse revisto o regime inicial de cumprimento da pena privativa de liberdade aplicada, questionando-se a legitimidade de sua incidência ante o juízo de execução penal, mas a decisão magistral referiu-se ao comando jurídico descrito no artigo 66, III, “c” da lei de execução penal, que permite essa iniciativa, mormente quando há ausência nos autos de certidão que confirme o tempo de prisão temporária cumprido, como na causa em exame.

Leia o acórdão

Leia mais

Liminar suspende execução de Medição Centralizada da Amazonas Energia

A circunstância de que seja concessionária de serviço público, especialmente na prestação de produto essencial de energia elétrica  da Amazonas Energia, e, na conclusão...

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo TJ/Amazonas exige flagrante ilegalidade na prisão

A concessão de Habeas Corpus de ofício pelo Tribunal exige que seja constatada a flagrante ilegalidade na constrição cautelar daquele que foi privado de...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

TJAM: União Estável proporciona direito a pensão por morte do companheiro sobrevivente

Em matéria de direito previdenciário nos autos do processo...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Últimas

TRF1 diz que cabe ao Poder Público o fornecimento de insumos para terapia com óleo de Cannabis

Óleo derivado da Cannabis deve ser fornecido pelo Poder Público em terapia de uma paciente acometida de doença neurodegenerativa...

Bolsonaro deve se defender em 2 dias da acusação de ter feito campanha antecipada

Na última segunda-feira (17/1), o ministro Alexandre de Moraes, na condição de membro do Tribunal Superior Eleitoral, determinou a citação do...

Em Goiás, mulher que encontrou corpo estranho em molho de tomate será indenizada

Goiás  - O juiz Carlos Gustavo Fernandes de Morais, do Juizado Especial Cível da comarca de Luziânia-GO, condenou a...

Vítima de acidente de trânsito no DF deverá ser indenizada por danos materiais e morais

Distrito FederalJuiz do 1º Juizado Especial Cível de Taguatinga condenou a proprietária e o condutor de um veículo e...