Competência ainda pendente sobre “Maus Caminhos” no Amazonas ainda inflama decisões judiciais

Competência ainda pendente sobre “Maus Caminhos” no Amazonas ainda inflama decisões judiciais

O Tribunal Regional Federal da 1ª. Região ainda mantém pendente o processo e julgamento de processo em que se discute a competência para apreciação e análise dos crimes investigados pela operação “Maus Caminhos”, uma vez que a Corte de Justiça Federal decidiu pela não competência  daquela justiça especializada para processar e julgar a ação penal ajuizada pelo MPF, que se opôs por embargos, ainda não levados a julgamento. Nesse contexto, o MPF ofertou 75 denúncias e 46 ações de improbidade administrativa contra os implicados, todos pendentes, por ter sobrevindo decisão do TRF 1ª. Região, em ação de habeas corpus que declarou a incompetência da justiça federal e determinou a remessa dos autos ao Tribunal de Justiça do Amazonas, mas sem conclusão final até então. 

Ainda se encontra sem definição, até o presente, o acórdão prolatado no bojo do HC 1008660-34.2019.4.01.0000 “no qual foi reconhecida, por maioria, a incompetência da Justiça Federal para processar e julgar a ação penal 0000867-98.2019.4.01.3200, haja vista encontrar-se pendente a apreciação de embargos de declaração opostos contra tal julgado, de modo que não há se falar, ainda, em incompetência”, firmou a Desembargadora Federal Mônica Sifuentes, ao relatar os autos de HC 1031418-36.2021.4.01.0000.

Na ação, José Lopes, aos 30/07/2019, teria se envolvido  na organização criminosa voltada ao desvio de verbas públicas federais destinadas ao Estado do Amazonas, cuja liderança foi atribuída ao médico Mouhamad Moustafa. A prisão preventiva foi substituída por medidas cautelares diversas da prisão, com monitoração eletrônica posteriormente revogada mas ainda permaneceram medidas remanescentes, como a de não se ausentar da comarca sem autorização do magistrado e apresentar-se mensalmente para justificar suas atividades.

Em Habeas Corpus concedido pela Desembargadora Federal Monica Sifuentes, com voto condutor em harmonia com a Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região, concedeu-se ordem para revogar todas as medidas cautelares impostas ao paciente José Lopes, quedando a decisão do juiz da SJAM, que, entre as duas medidas retro mencionadas, também o teria proibido de manter contato com os demais investigados, também não mais considerado relevante ante a atual decisão.

Leia o acórdão

 

 

Leia mais

Réus condenados em Operação Espinhel em Manaus têm penas redimensionadas em recurso

Denys Farias Campos e Leidiane Coelho Maciel que foram condenados pela juíza da 2ª. Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Substâncias...

Tráfico de drogas apurado por telefone dispensa apreensão do material entorpecente, diz TJ/Amazonas

Basta que um dos 18 núcleos verbais descritos no artigo 33, caput, da Lei 11.343/2006 se evidencie com a prática do ilícito de tráfico...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Diagnóstico unilateral sobre medição de contadores pela Amazonas Energia é vexatório a consumidor

A concessionária de energia elétrica Amazonas Energia não pode...

Homem que ofereceu carona e estuprou adolescente a caminho da escola em Barreirinha-Am é condenado

Nos autos do processo nº0000395-28.2018.8.04.2700, Josinaldo Souza Teixeira recorreu...

Últimas

Ministro Barroso libera concurso para cargos vagos em estados e municípios em recuperação fiscal

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu parcialmente liminar para permitir a realização de concurso...

Fotógrafo que abusava de mulheres durante ensaios é condenado em Florianópolis

O juízo da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital sentenciou um fotógrafo que praticava atos libidinosos contra mulheres...

TCE-AM julgará contas de Arthur Virgílio e Wilson Lima na próxima semana

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) julgará as contas do ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto,...

Aeronautas aceitam proposta do TST e suspendem greve anunciada para esta segunda-feira (29)

O Sindicato Nacional dos Aeroviários aceitou, neste sábado (27), a proposta apresentada pelo ministro Agra Belmonte, do Tribunal Superior...